Noticias

O programa Agente Mirim de Trânsito da Concessionária AB Nascentes, em parceria com a Prefeitura de Mateus Leme – por meio da Secretaria de Educação e do Departamento de Trânsito da cidade, certificou estudantes de 7 a 12 anos das escolas municipais Judith de Abreu, Maria Guaraciaba Passos e da particular Coensfa, após conclusão do programa de capacitação em crianças da área de influência do Sistema MG 050, BR 262 e BR 491.

A iniciativa objetivou despertar no aluno o senso de cidadania para que os mesmos pudessem conscientizar os pais sobre um comportamento seguro no trânsito, além de estimular nos pequenos reflexões sobre o papel de cada um na educação no tráfego. A capacitação compreendeu aulas teóricas e práticas sobre as leis de trânsito brasileiras.

Para o diretor de trânsito da Transleme, Luciano da Silva Furtado, “agora as crianças são multiplicadoras para a promoção de um trânsito mais seguro em Mateus Leme. Sem mencionar que elas serão, certamente, motoristas mais prudentes também”. Disse.

Ainda segundo Furtado, “Tanto a Transleme, quanto a Polícia Militar, concedeu aos agentes mirins autonomia em caso de perceber algo que esteja em descumprimento com a legislação de trânsito. Por isso, poderão vir até as autoridades denunciar ou sugestionar. Afinal, são pequenos agentes, agora”, concluiu.

Na formatura que contou com a presença do prefeito Júlio Fares, do sargento Rivelino e do diretor da Transleme, Luciano Furtado, foram entregues certificados e botons às crianças. Para o ano que vem, novas turmas de outras instituições de ensino serão formadas para fazer parte do programa.

O estudante Iuri Aparecido Faria Batista, de apenas 11 anos, recebeu da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB), a medalha de prata pela classificação na 20ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica - considerada uma das maiores competições da educação básica brasileira.

Pontuado com nota 9.8, o aluno do  5º ano estuda na Escola Municipal “Hipólito José de Faria”, localizada no distrito de Sítio Novo, a qual acumula oito medalhas, sendo três de prata e cinco de bronze.

Este ano, todos os alunos do 1º ao 5º ano da instituição de ensino foram inscritos na competição e receberam certificação de participação, juntamente com seus respectivos professores.

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA)

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), desenvolvida pelo Instituto de Física da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é dividida em três níveis de classificação, sendo o 1º nível representado pelas turmas de 1º ao 3º ano, o 2º nível pelas turmas de 4º e 5º ano, e o 3º nível pelas turmas de 6º ao 9º ano.

Ao todo foram classificados mais de 46 mil medalhistas em todo o território nacional. Dos 660 mil participantes, a Escola Municipal “Hipólito José de Faria” foi, portanto, mais uma vez representada e premiada na competição.

A Prefeitura Municipal de Mateus Leme, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está desenvolvendo o “Gente de Fibra”:  grupo de amparo a pacientes com fibromialgia - doença que já afeta 3% da população brasileira, acometendo, em sua maioria, mulheres, já que a cada 10 pacientes, sete a nove são do sexo feminino.

O diagnóstico da fibromialgia é clínico e até que haja a confirmação da doença, os usuários precisam passar por baterias de exames para descartar outras possíveis enfermidades, como explica a a nutricionista Ana Carolina Ballonas, que é uma das organizadoras do grupo e doutoranda em pesquisas na área de fibromialgia e imunologia da UFMG. “Por ser considerada uma das doenças reumatológicas cujo diagnóstico correto demora a ser realizado, muitas vezes são solicitados exames que são desnecessários, além de também serem prescritos medicamentos sem utilidade, o que onera os custos de saúde”, explica.

Apesar de se tratar de uma enfermidade que não tem cura, há certas providências que tornam possível o usuário conviver com a doença. Entre os tratamentos recomendados, a abordagem nutricional e dos aspectos emocionais têm mostrado bons resultados nessa que é uma enfermidade que onera elevados custos de saúde no tratamento desses usuários.

Fibromialgia

Fibromialgia é uma doença reumatológica cuja característica principal é a dor musculoesquelética difusa crônica. Sua origem não é ainda bem esclarecida, todavia é proposto que haja um distúrbio no processamento da dor associado a outras características secundárias. Além do quadro doloroso, esses usuários costumam queixar-se de fadiga, distúrbios do sono, rigidez matinal, parestesias de extremidades, sensação subjetiva de edema e distúrbios cognitivos.

Objetivos do Gente de Fibra

 - Esclarecer sobre a doença e tirar dúvidas;

- Orientar a importância na mudança de hábitos de vida e sua relação com a melhora dos sintomas;

- Orientar acerca de hábitos nutricionais no cuidado dos sintomas da fibromialgia;

- Trabalhar os aspectos emocionais que geram ansiedade e angústia que interferem no processo da dor;

- Aplicar técnicas de meditação mindfulness  buscando melhora dos sintomas.

O Grupo Gente de Fibra desenvolve esses acompanhamentos a cada 15 dias, com a realização dos encontros na quarta-feira, às 9 horas, na Unidade de Saúde Mental (rua Raimundo Custódio Calixto, 58 -  bairro Santa Bárbara).

A Prefeitura de Mateus Leme, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, realiza, até o dia 29 de dezembro, o recadastramento dos usuários do Benefício de Prestação Continuada (BPC) no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) - um instrumento de coleta de dados e de identificação da população de baixa renda do país. O BPC é garantido para idosos e pessoas com deficiência por meio da Lei Orgânica da Assistência Social. Para ter direito ao benefício, a renda familiar não deve ultrapassar ¼ do salário mínimo por pessoa e o beneficiário não pode ser pensionista ou aposentado.

De acordo com a secretária de Assistência Social, Rose Palhares, por meio do Cadastro Único, é possível ter acesso a vários programas sociais como Bolsa Família, Tarifa Social de Energia Elétrica e Água, Minha Casa Minha Vida, cursos do Pronatec, isenção de pagamento de taxa de inscrição em concursos públicos, entre outros. “Estamos comunicando aos usuários do Benefício de Prestação Continuada, via correio, para comparecer à secretaria e fazer a inclusão no CadÚnico. Também estamos mobilizando as pessoas por meio de três entrevistadores, que estão fazendo a busca dessas pessoas. Nossa expectativa é cadastrar 100% dos inclusos do BPC. Até agora conseguimos cadastrar 146 pessoas, das 212 que recebem o benefício; ou seja, um percentual de 68.86%.

Para fazer a inclusão no CadÚnico é preciso que os beneficiários do BPC compareçam à Secretaria de Assistência Social (av. Getúlio Vargas, 79 – sl. 102 – Centro), portando documentos pessoais e de toda a família para entrevista de avaliação. Adultos devem levar documento de identidade; CPF; título de eleitor; carteira de trabalho; certidão de nascimento ou casamento e conta de luz, além de extrato bancário comprovando o recebimento do benefício. Já as crianças e os adolescentes devem apresentar certidão de nascimento ou documento de identidade e atestado de frequência escolar.

O telefone para contato com a secretaria é (31) 3535-3942

Serviço

Cadastramento dos Beneficiários de Prestação Continuada no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal

Data: até 29 de dezembro

Local: Secretaria de Assistência Social – av. Getúlio Vargas, 79 - Centro - sl.102

A Prefeitura de Mateus Leme, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, solicita a todos que compareçam ao seu posto de saúde para que sejam realizadas a pesagem, a mediação da altura e a vacinação de todos os membros da família.

Das 830 mamografias esperadas, foram realizadas 1054. A estimativa é que o número se aproxime de 1300 usuárias atendidas.

A Prefeitura de Mateus Leme, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, em decorrência da campanha nacional Outubro Rosa, recebeu, desde o dia 23 de outubro, em sua sede (rua Pereira Guimarães, 8 – Centro), a Carreta da Mamografia, promovendo exames gratuitos às mulheres. O alvo da campanha são mulheres de 50 a 69 anos e usuárias já em diagnóstico ou que apresentam histórico familiar de câncer.

Durante esse período, de 23 de outubro a 22 de novembro, já foram realizados 1.054 exames, sendo 866 dentro da faixa etária de 50 a 69 anos e 188 acompanhamentos de usuárias do SUS Mateus Leme em diagnóstico ou com histórico familiar.

Após a realização do exame, as mulheres são orientadas a aguardar por um período de 30 a 40 dias para que o laudo seja analisado e encaminhado à Unidade Básica de Saúde (UBS) do seu bairro. Caso a usuária necessite de alguma avaliação específica, as UBS’s realizarão o encaminhamento da mesma ao médico especializado em Mastologia.

Câncer

O câncer é considerado a segunda causa de morte no mundo. Estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA) apontam a ocorrência de cerca de 58 mil novos casos de câncer de mama no Brasil em 2016 e 2017.