Noticias

A campanha de multivacinação para atualização de cadernetas de vacinação das crianças e adolescentes será realizada de 11 a 22 de setembro. O objetivo é o maior controle de doenças imunopreviníveis. O Ministério da Saúde informa, através da Superintendência Geral de Vigilância em Saúde, e a coordenação local de Vigilância Epidemiológica, que o foco é o atendimento aos menores de 15 de idade, de forma a verificar quanto ao abandono ou atrasos de doses de vacinas necessárias nesse período.

Usuários passearam pela área central da cidade, se divertiram, e fortaleceram laços comunitários

 

Com a intenção de promover ações de lazer e estímulo à inserção social de usuários assistidos pela Unidade de Saúde Mental, a Prefeitura de Mateus Leme, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, tem ampliado as políticas assistenciais desenvolvidas no município. Os serviços ofertados na unidade tem possibilitado um melhor atendimento às pessoas em tratamento.

Dotada de uma equipe multiprofissional, liderada pela secretária municipal de Saúde, Wanda Freitas, a unidade promoveu, no último sábado (2), um passeio na região central da cidade para pessoas atendidas no local. Na oportunidade, 16 usuários visitaram a feirinha, localizada na praça da matriz e participaram de uma alegre roda de viola.

Segundo a coordenadora da Unidade de Saúde Mental, Carla Alessandra, “essa ação, assim como outras atividades que desenvolvemos, tem como objetivo proporcionar aos usuários um dia diferente e descontraído. O tratamento, aliado a momentos de lazer, entretenimento e trocas de experiências, favorece para um melhor desenvolvimento do nosso projeto terapêutico”.

Ainda de acordo com Alessandra, a promoção e a reinserção social dos usuários fortalecem os laços familiares e comunitários. “Trabalhamos sistematicamente para criar e ampliar mecanismos de reinserção social por meio de atividades de lazer. Esse tipo de abordagem permite que os usuários e seus familiares participem de maneira ativa no processo de recuperação”, destaca.

Uma das mais tradicionais festas da pecuária do município e, consequentemente da região, a Festa do Leite deste ano, que está em sua décima edição, promete movimentar o final de semana em Mateus Leme.

O evento que não era realizado há 3 anos, terá abertura oficial nesta sexta-feira (8), às 20h. A programação vai até o dia 10 de setembro (próximo domingo).

Um dos destaques do evento deste ano é o desfile de carroças com a premiação da mais enfeitada, além de desfile das alunas da escola estadual Alvino Alcântara Fernandes, apresentando as riquezas do distrito. Para quem gosta de leite, ainda haverá a distribuição de achocolatado aos presentes.

A Festa do Leite conta também com atrações musicais. Entre os nomes estão: Banda Radiação, Gil e Jeferson e Deise Carvalho e Banda. [Confira grade completa abaixo]

Com entrada gratuita, a Festa do Leite ocorre anualmente na praça de Serra Azul – a aproximadamente 18 km da sede do município, e atrai milhares de pessoas de todas as idades, em busca de diversão ou interessadas no agronegócio.

 

Serviço: shows

 

SEXTA-FEIRA (8)
20H – Abertura oficial do evento / Show com Gil e Jeferson

 

SÁBADO (7)
20H – Desfile das Alunas da Escola Estadual Alvino Alcântara Fernandes – mostrando as riquezas da região / Show com Deise Carvalho e Banda

 

DOMINGO (10)
13h – desfile de carroças – premiação da mais enfeitada

19h - Show com a Banda Radiação

Programa do estado de Minas objetva reflorestar áreas degradadas

A Prefeitura de Mateus Leme, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, iniciou em junho de 2016, sendo finalizado no mesmo ano, o processo de mobilização para execução do programa Plantando o Futuro no município, que visa reflorestar áreas degradadas, nascentes de rios e seus afluentes, e matas ciliares, bem como a arborização urbana, com vistas ao plantio de árvores em todos os municípios do estado. Após pleitear a benfeitoria, Mateus Leme foi uma das cidades contempladas entre as que integram os 17 territórios agraciados com o programa.

Devido à severa estiagem dos últimos anos que culminou com críticos volumes nos reservatórios em que o Sistema Paraopeba atingiu um volume armazenado de 21,3% em dezembro de 2015 e o reservatório de Serra Azul atingiu um volume de 5,7% na mesma época, o fórum regional da região metropolitana, no eixo de meio ambiente, aprovou a seguinte proposta: elaborar projetos e programas com vistas à preservação de nascentes e criar infraestrutura para armazenamento de água, como “barraginhas”, curvas de nível, poços de contenção, etc.

Diante dessa problemática, a sub-bacia do Ribeirão Serra Azul, em Mateus Leme, tornou-se área prioritária para plantio, podendo abranger 150 hectares, com plantio de 250.000 mil mudas de árvores de espécies nativas, além do cercamento de 48 nascentes. Com essa ação, os resultados almejados serão aumento do volume do reservatório do Sistema Serra Azul e aumento da segurança hídrica da região Metropolitana de BH.

Em Mateus Leme, foram cadastradas 63 propriedades localizadas na região do distrito de Serra Azul, Alto da Boa Vista e Varginha, totalizando 1.623,9 hectares de área total. O projeto será executado pela empresa SIRIEMA – Reabilitação Ambiental, que já está na região visitando as propriedades para execução do projeto.

 

Investimentos previsto na sub-bacia do Ribeirão Serra Azul

Recuperação mata ciliar: R$ 2.590.000,00

Recuperação de nascentes: R$ 215.040,00

Custo total do projeto: R$ 2.805.040,00

 

Plantando o Futuro

Instituído pelo decreto 46.974 de 2016, o Projeto Plantando o Futuro, iniciativa do Governo do Estado de Minas Gerais, que objetiva plantar 30 milhões de árvores até dezembro de 2018, compreendendo a recuperação de 40 mil nascentes, 6.000 hectares de mata ciliar e 2.000 hectares de áreas degradadas.

O programa ainda prevê inserir nas comunidades o conceito de sustentabilidade dentro de sua cultura e no seu dia-a-dia.

Além de oferecer à população a oportunidade envolvente de ser protagonista do desenvolvimento sustentável, o Programa vem incentivar o reflorestamento, contribuir para preservar a natureza e promover o bem-estar dos mineiros. Com isso, pretende alcançar uma ampla mobilização social, conscientizando a população para que se aproprie do projeto e participe ativamente do plantio, da manutenção e da fiscalização.

 O dia amanheceu com foco de incêndio na serra do elefante. É que a baixa umidade relativa do ar, a falta de chuva e as altas temperaturas contribuem para o aumento do número de incêndios florestais em nosso município.
Como a vegetação está bastante seca, fica muito vulnerável à propagação do fogo. Pequenos focos não controlados podem se alastrar rapidamente e oferecer risco à existência da fauna e da flora. Por isso, separamos algumas dicas para evitar incêndios florestais:

- não jogue tocos de cigarro acesos e nem faça fogueiras em matas fechadas;

- não queime lixo nas proximidades de vegetação seca;

- não faça queimadas para limpar terrenos;

- ao perceber um foco de incêndio se alastrando, ligue imediatamente para o 193

É importante ressaltar que a brigada de incêndio já está no lugar para evitar que o fogo se alastre.

Fotos: Mateus Leme Recordações

Cerca de 8.300 cães e gatos foram vacinados; número ultrapassou meta nacional.

A campanha de vacinação antirrábica em Mateus Leme ultrapassou em 92% a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, que é de 80%, segundo o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da cidade. Sendo executada durante quase duas semanas, a campanha culminou com o dia D, quando mais de 940 animais foram vacinados.

No total, 8.286 cães e gatos foram imunizados durante os dias de vacinação. O número é consideravelmente maior que o do ano anterior, apesar do município também ter superado a meta em 2016.

Segundo o coordenador do CCZ, Anderson de Oliveira, mesmo com a meta do ministério superada, é importante atingir 100% de cobertura vacinal para evitar a transmissão da doença. Mateus Leme conta com uma população de aproximadamente 10 mil cães e gatos

"Desta vez, a procura foi mais alta, mas a vacina vai continuar disponível no Centro de Controle de Zoonoses. Nós também já estamos solicitando mais 500 vacinas ao governo do estado para atender os animais que ainda não foram imunizados”, disse Oliveira.

A vacina é disponibilizada gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h e das 13h às 16h, no Centro de Controle de Zoonoses, localizado na rua Miguel Alves da Silva, 740, no Centro (próximo à UPA).