Secretaria de Saúde

Secretaria de Saúde prossegue vacinação contra o HPV masculino

Vacinação contra HPV masculino está disponível em todas as UBS’s de Mateus Leme

Doutor fêmea que dá uma injeção a um paciente Foto gratuitaA Secretaria Municipal de Saúde promove, desde janeiro, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do município, vacinação contra HPV estendida aos meninos. A vacina contra o papilomavírus humano (HPV), que protege principalmente contra o câncer de colo do útero, já faz parte do Programa Nacional de Imunizações desde 2014, indicada para meninas de 9 a 13 anos.

A partir de 2017, meninos de 12 a 13 anos, 11 meses e 29 dias, também poderão receber a vacina. A faixa etária será ampliada gradualmente até 2020, quando a vacina estará disponível para meninos de 9 a 13 anos. O esquema vacinal consiste em duas doses, com intervalo de seis meses.

As vacinas ocorrem de 7h30 às 15h30 em todas as UBS’s da cidade.

 

Benefícios da vacina

Segundo o Ministério da Saúde, estudos atestam que a inclusão dos meninos no calendário de vacinação contribui para a diminuição do câncer de colo de útero das mulheres, já que possibilita a diminuição da circulação do vírus na população.

Além disso, os meninos também são beneficiados, já que a vacina protege contra vários tipos de câncer relacionados ao vírus, como de pênis, garganta, ânus e verrugas genitais. A inclusão dos meninos na vacinação contra HPV segue a recomendação de sociedades médicas brasileiras como a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e a Sociedade Brasileira de Pediatria.

Outra mudança é que, a partir de 2017, meninas que chegaram aos 14 anos sem a vacina também poderão se vacinar.

Vacinas contra meningite em meninos e meninas também estão sendo disponibilizadas nas unidades de saúde.